sábado, 15 dezembro, 2018 - 14:42
Capa » Índice - Ordem Cronológica » Cuba proíbe perfumes batizados com nomes de Chávez e Che
Cuba proíbe perfumes batizados com nomes de Chávez e Che

Cuba proíbe perfumes batizados com nomes de Chávez e Che

Perfumes Hugo e Ernesto


O governo cubano proibiu a empresa farmacêutica cubana Labiofarm de fabricar perfumes com os nomes de Ernesto Che Guevara e Hugo Chávez.

Em nota publicada no diário Granma, o veículo oficial do Partido Comunista cubano, o governo descreveu a iniciativa como “um grave erro” e não comprou a ideia de que as fragrâncias seriam uma homenagem aos dois líderes. “Os símbolos da revolução são e sempre serão sagrados”, diz a nota.

A empresa havia lançado “Hugo” em menção ao falecido líder da chamada revolução bolivariana na Venezuela, e “Ernesto” em homenagem ao comandante da revolução cubana, Ernesto Guevara, o Che.

“Hugo” tem “notas cítricas e amadeiradas que dão uma expressão de masculinidade”, explicou o diretor de pesquisa e desenvolvimento da Labiofarm, Mario Valdés, em entrevista à “BBC“. Já “Ernesto” tem “algo de essências frutadas” com elementos de “carvalho, que dá um sentido varonil” – uma síntese do famoso bordão guevariano, segundo o qual “há que endurecer-se sem perder a ternura jamais”.

Fonte: BBC Brasil
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/09/140928_cuba_proibe_pu

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP. Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)