quinta-feira, 30 junho, 2022 - 16:54
Capa » Índice - Ordem Cronológica » Africanos são detidos na França por usarem nota de 500 euros verdadeira
Africanos são detidos na França por usarem nota de 500 euros verdadeira

Africanos são detidos na França por usarem nota de 500 euros verdadeira

Nota de 500 Euros


Um casal de africanos ficou preso por 20 horas em uma delegacia na França por tentar pagar suas compras em um hipermercado com uma nota de 500 euros (equivalente a R$ 1,5 mil). O caso foi divulgado no dia 02.out.2014. 

Havia suspeitas de que a nota fosse falsa, mas ela era verdadeira. O casal da Guiné, no entanto, permaneceu detido para interrogatório em Douai, no norte da França, até que a autenticidade da cédula – fosse finalmente comprovada por um banco.

O casal havia tentado pagar suas compras no valor de 210 euros em um hipermercado da rede Leclerc com a nota violeta. Ao ver a nota pouco comum, a caixa do supermercado, sem utilizar o aparelho para detectar dinheiro falso, disponível na loja, preferiu alertar os responsáveis da rede, que por sua vez chamaram a polícia.

“Temos detectores de dinheiro falso, mas eles não são 100% confiáveis. É uma nota muito rara, isso provoca suspeitas”, afirmou a gerência do hipermercado ao jornal regional “La Voix du Nord“. A polícia, por sua vez, também não utilizou nenhum equipamento para analisar o dinheiro.

“Foi necessário aguardar a perícia de um banco e efetuar investigações porque o papel da nota parecia estranho. Há problemas de tráfico de dinheiro falso na região”, declarou o procurador de Douai, Éric Vaillant, ressaltando que “lamentava” a detenção indevida do casal de africanos.

Em um comunicado, a rede Leclerc afirma que os funcionários da loja “somente aplicaram os procedimentos de segurança, reforçados em decorrência de um tráfico de dinheiro falso na região”.

O incidente gerou protestos de associações de luta contra o racismo, que viram no caso “humilhação” à comunidade africana.

Fonte: BBC Brasil/Daniela Fernandes
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/10/141003_franca_casal_preso_df_hb

Sobre Luciano Abe

Avatar
Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP. Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)