terça-feira, 12 dezembro, 2017 - 10:18
Capa » Brasil » Carta escrita por Albert Einstein é encontrada em colégio de Porto Alegre
Carta escrita por Albert Einstein é encontrada em colégio de Porto Alegre

Carta escrita por Albert Einstein é encontrada em colégio de Porto Alegre

Uma relíquia histórica encontrada no fundo de um pesado cofre na sala da direção de uma escola, em Porto Alegre, vem animando os alunos e alimentando a curiosidade sobre física. Ninguém menos que Albert Einstein assinou e datilografou a carta com uma mensagem endereçada aos estudantes do Colégio Anchieta, tradicional escola porto-alegrense.

Datada de 24 de junho de 1951, a correspondência foi trazida a Porto Alegre pelo então diretor e padre Gaspar Dutra, que passava uma temporada de estudos nos Estados Unidos. Naquele dia, o brasileiro teve um encontro com o físico alemão na Universidade de Princeton, na cidade norte-americana de Nova Jersey.

Quem conheceu a alegria da compreensão conquistou um amigo infalível para a vida. O pensar é para o homem, o que é voar para os pássaros. Não toma como exemplo a galinha quando podes ser uma cotovia” – escreveu Einstein, em alemão, endereçando aos “estudantes do Colégio Anchieta”.

A carta chegou ao Brasil acompanhada de uma foto exclusiva feita pelo fotógrafo Marcel Sternberger.

Carta escrita por Albert Einstein é encontrada em colégio de Porto Alegre

Para redimir quaisquer dúvidas, uma grafologista foi contratada e acabou verificando a autenticidade do documento, ao comparar a assinatura contida na carta com uma amostra cedida pelo Instituto Oswaldo Cruz, o qual Einstein visitou na década de 1920.

A carta estava guardada há décadas em um cofre com documentos antigos na sala da direção do colégio. Durante as comemorações de aniversário, um antigo diretor esteve presente e comentou a existência da correspondência. O cofre foi aberto, vasculhado e, para a surpresa de todos, lá estava a relíquia.

Carta escrita por Albert Einstein é encontrada em colégio de Porto Alegre

“Esta carta é um artefato histórico, que acabou sendo resgatado durante nossas comemorações de 125 anos do colégio. Esse marcante cientista já tinha essa consciência do seu trabalho, da relevância social que ele possuía. Hoje percebemos que é uma característica de quem tem uma visão de mundo diferente. E é isso que queremos”, afirma o coordenador de ensino da instituição, Dário Schneider.

O professor se emociona ao comentar as palavras de um dos maiores físicos de todos os tempos, pai de um dos pilares da física moderna: a Teoria da Relatividade.

‘Não toma como exemplo a galinha quando podes ser uma cotovia.’ Isso é de grande sensibilidade. É realmente o olhar a vida de uma maneira mais ampla, de uma dimensão de quem compreende o ser humano como detentor de um grande potencial. A escola é um meio para alcançar conhecimento, e nessa frase Einstein nos aponta essa direção. A gente deve olhar aquilo que se aprende não para a escola, unicamente, mas para abrir horizontes de vida” – Dário.

Fonte: UOL Educação/Lucas Azevedo| Foto: Divulgação / Marcel Sternberger
http://educacao.uol.com.br/noticias/2015/05/25/carta-escrita-por-albert-einstein-e-encontrada-em-colegio-de-porto-alegre.htm

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP.
Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)