sexta-feira, 15 dezembro, 2017 - 23:27
Capa » Brasil » Procon indica as 449 lojas para você evitar na Black Friday
Procon indica as 449 lojas para você evitar na Black Friday

Procon indica as 449 lojas para você evitar na Black Friday

O Procon-SP atualizou na última segunda-feira a lista de sites não confiáveis para compras online. A seleção conta agora com 449 endereços que devem ser evitados porque ignoraram as reclamações dos consumidores mesmo depois de notificações do órgão.

Quem estiver disposto a caçar promoções hoje (sexta-feira, 28.nov), deve ficar atento para não cair em golpes. No caso dos sites contra-indicados pelo Procon, a falta de entrega do produto adquirido é a principal queixa.

Além disso, é importante analisar a descrição do produto, comparar com outras marcas e imprimir ou salvar todos os documentos que demonstrem a oferta e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).

Por fim, vale a pena ler a política de privacidade da loja online para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados.

Dicas gerais
Antes de realizar uma compra online, o Procon-SP orienta os consumidores a prestarem atenção nos seguintes pontos:

– Procure no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, telefone e outras formas de contato além do e-mail);

– Prefira fornecedores recomendados por amigos ou familiares;

– Desconfie de ofertas vantajosas demais;

– Não compre em sites em que as únicas formas de pagamento aceitas são o o boleto bancário e/ou depósito em conta.

– Instale programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados em seu computador;

– Nunca realize transações online em lan houses, cybercafés ou computadores públicos, pois podem não estar adequadamente protegidos.

Confira a lista de sites não confiáveis: http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php

Fonte: Olhar Digital
http://olhardigital.uol.com.br/noticia/procon-aumenta-lista-negra-do-comercio-eletronico/45387

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP.
Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)