segunda-feira, 18 dezembro, 2017 - 12:23
Capa » Índice - Ordem Cronológica » Morre guia que salvou John F. Kennedy em 1943
Morre guia que salvou John F. Kennedy em 1943

Morre guia que salvou John F. Kennedy em 1943

                                                                                                  Shawn P. Eklund/US Navy/AP/VEJA
Eroni Kumana


Eroni Kumana, que na Segunda Guerra Mundial resgatou o então futuro presidente americano John F. Kennedy após um naufrágio, morreu no dia 2 de agosto, aos 93 anos. “Sem os atos heroicos de homens como Eroni Kumana, o presidente Kennedy e sua tripulação não teriam conseguido ser salvos e depois ele não se converteria no chefe do mundo livre”, informou a Biblioteca e Museu Presidencial de John F. Kennedy em Boston, responsável por anunciar a morte de Kumana neste domingo (10.ago.2014). As causas da morte não foram reveladas. 

Kumana morreu exatamente 71 anos depois do dia em que o pequeno navio torpedeiro com doze tripulantes sob o comando do tenente Kennedy, então com 26 anos, foi atingido por um destroier japonês no Estreito de Blackett, perto das Ilhas Salomão, em 2 de agosto de 1943. No naufrágio morreram dois tripulantes. Os demais ocupantes – entre eles Keneddy – nadaram durante várias horas até chegar a uma pequena ilha onde se refugiaram.

“Durante os três dias seguintes, Kennedy e os outros sobreviventes se alimentaram de cocos e Kennedy nadava durante horas em águas infestadas de tubarões em busca de barcos amigos”, relata o museu. Quatro dias depois do naufrágio, os homens receberam ajuda de dois guias locais que trabalhavam para os americanos. Os jovens eram o falecido Eroni Kumana e Biuku Gasa, que morreu em 2005.

Kennedy escreveu uma mensagem em um coco e deu aos guias, que remaram por 60 quilômetros numa canoa para avisar a base aliada mais próxima. Graças a este ato, os onze marinheiros foram finalmente resgatados em 8 de agosto de 1943. Mais tarde, quando já era presidente, Keneddy usou o emblemático coco como peso de papéis em seu gabinete na Casa Branca.

                                                                                                                                               AP/VEJA

John F. Kennedy relaxando no Oceano Pacífico, em 1943
John F. Kennedy relaxando no Oceano Pacífico, em 1943

Fonte: Veja – Internacional
http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/morre-o-guia-que-salvou-john-f-kennedy-em-1943

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP.
Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)