sábado, 24 Fevereiro, 2018 - 04:59
Capa » Esporte » Torcedor compra ingresso e só vê metade do campo em Curitiba
Torcedor compra ingresso e só vê metade do campo em Curitiba

Torcedor compra ingresso e só vê metade do campo em Curitiba

                                                                                                                         Reprodução/Facebook
Visão prejudicada na Arena da Baixada



O torcedor Adamor Otto, de 38 anos, comprou um ingresso de R$ 180 para o jogo entre Austrália e Espanha, na Arena da Baixada, em Curitiba, e teve uma surpresa ao chegar no estádio. Seu assento estava num “ponto cego”, logo atrás do gol.


Sentado na poltrona 5 da fileira X, Otto ficou no canto do corredor, ao lado de uma parede, que bloqueava boa parte da visão do jogo do dia 23.jun.2014. “Eu paguei R$ 180 para ver cobrança de escanteio”, disse o torcedor ao jornal “Folha de S.Paulo”. “A visão era muito ruim. Eu não conseguia ver nem a risca da área.”



                                                                                                                         Reprodução/Facebook

Torcedor tem visão prejudicada na Arena da Baixada


Segundo a Fifa, o problema tem acontecido principalmente em estádios que foram concluídos em cima da hora, como a Arena da Baixada, a Arena Corinthians e o Beira-Rio, em Porto Alegre. A Fifa diz ter uma cota de “ingressos de contingência”, de cerca de 300 por estádio, para reposicionar os torcedores que relatem o problema.

Fonte: Folha de S.Paulo/Estelita Hass Carazzai
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/06/1476211-torcedor-reclama-de-ponto-cego-em-estadio-de-curitiba.shtml

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP. Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)