sexta-feira, 20 julho, 2018 - 01:50
Capa » Educação » Atleta vestibulando faz dever de casa no vestiário e sofre bullying dobrado
Atleta vestibulando faz dever de casa no vestiário e sofre bullying dobrado

Atleta vestibulando faz dever de casa no vestiário e sofre bullying dobrado

Luis Verdini


Com 18 anos e há 11 deles no Botafogo, o jogador Luis Verdini mostra que é possível conciliar o futebol com os estudos. 

Capitão em todas as categorias de base, o zagueiro que ainda está nos juniores é formado em inglês após sete anos de curso, concluiu o ensino médio, prestou vestibular e foi aprovado para o curso de educação física na UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)


“Muitos falam que ser jogador e se dedicar aos estudos é impossível, mas não sabem o que estão falando”, disse Luis Verdini em entrevista ao “UOL Esporte”. “Mas para conseguir precisa de muito esforço e dedicação. Cansei de fazer dever de casa nos vestiários, estudar nas viagens, comer quentinha no carro depois do jogo para dar tempo de chegar nas aulas.”

Twitter do Luis Verdini

O caminho não foi fácil. Verdini sofreu preconceito no futebol e na escola. No colégio, tinha que fugir do estereótipo criado que jogador de futebol é burro. Já no clube, o zagueiro teve que aturar a gozação dos companheiros de time, que nas concentrações jogavam videogame enquanto ele estudava para as provas.

Agora o jovem defensor quer realizar o sonho de ser jogador profissional do Botafogo.

Fonte: UOL/Bernardo Gentile
http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2014/01/31/atleta-vestibulando-faz-dever-de-casa-no-vestiario-e-sofre-bullying-dobrado.htm

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP. Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)