terça-feira, 12 dezembro, 2017 - 02:34
Capa » Brasil » Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova
Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

Duas corredoras foram celebradas como verdadeiras atletas olímpicas após pararem, em momentos diferentes da corrida, para ajudar a rival caída na pista.

Abbey D’Agostino, de 24 anos, ajudou a neozelandesa Nikki Hamblin, que caiu após as duas se enroscarem nas eliminatórias dos 5.000 metros no Rio.

Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

“Levante-se. Temos que terminar isso”, disse D’Agostino à rival.

Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

Depois foi a vez de Hamblin, de 28 anos, ajudar D’Agostino. Ambas terminaram a prova com os últimos tempos.

Elas se abraçaram antes de D’Agostino deixar a pista em uma cadeira de rodas, com um tornozelo lesionado.

Nenhuma inicialmente se qualificou para a final, mas foram muito aplaudidas pela atitude.

O incidente começou quando a corrida estava perto dos 3 km do total de 5 km. D’Agostino e Hamblin colidiram e as duas caíram.

Hamblin caiu feio e D’Agostino foi a primeira a se levantar, mas Hamblin continuava lá, aparentemente chorando.

Em vez de continuar a corrida e tentar recuperar o tempo perdido, a americana colocou as mãos embaixo dos ombros da neozelandesa para ajudá-la a se levantar, e dizendo que não desistisse.

Quando seguiram a corrida, ficou claro que a lesão de D’Agostino’s era mais séria e que seu tornozelo estava gravemente machucado.

Então foi a vez de Hamblin oferecer ajuda, desacelerando para animar a rival.

“Ela me ajudou primeiro. Eu tentei ajudá-la. Ela estava bem mal”, disse Hamblin após a corrida. Ela depois teve de deixar D’Agostino para trás e pensou que ela abandonaria a corrida.

Ela aguardou na linha de chegada, quando as duas trocaram um abraço. Daquela vez foi D’Agostino quem estava às lágrimas, e a americana foi retirada da pista do Engenhão em uma cadeira de rodas.

Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

Aquela moça é o espírito olímpico bem ali. Eu nunca havia encontrado com ela antes. E isso não é incrível? Que mulher incrível”, disse Hamblin.

As duas corredoras, que não figuram entre as favoritas para a prova, foram incluídas entre as finalistas pelos organizadores para disputar a final no dia 19.ago.2016. No entanto, Abbey teve uma lesão grave nos ligamentos e está fora das finais do atletismo.

Após queda, corredora ajuda adversária a terminar a prova

Fonte: BBC Brasil | Foto:
http://www.bbc.com/portuguese/geral-37106111

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP.
Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)