quinta-feira, 13 dezembro, 2018 - 08:32
Capa » Brasil » Motorista gastou R$ 13,2 mil para andar de carro em 2014
Motorista gastou R$ 13,2 mil para andar de carro em 2014

Motorista gastou R$ 13,2 mil para andar de carro em 2014

Você sabe quanto gastou com o carro em 2014? Vamos considerar um carro pequeno, um hatch 1.0 seminovo, usado no dia a dia para trabalhar, passear nos fins de semana e uma pequena viagem por mês.

Com pouco mais de R$ 300,00 de gasolina por mês são R$ 3.941,00 mil no ano. Só de seguro, mais uns R$ 3 mil. O IPVA, cerca de R$ 1,2 mil. Até aqui são R$ 8,1 mil.

No dia a dia a gente não percebe, mas o gasto com o carro vai muito além de combustível, seguro e IPVA. Você deve acrescentar pelo menos trinta itens com os quais você gastou ou deveria gastar com o seu carro: impostos, óleos, serviços e peças de reposição.

Lavagem, estacionamento, balanceamento e alinhamento, óleo do motor, do freio, filtros. E as peças de reposição? Velas, correia dentada, pastilhas de freio, amortecedores, pneus, palheta do limpador de para-brisa e bateria. Isso sem contar com licenciamento e seguro obrigatório.

Claro que a maioria desses itens não é trocada todo ano, por isso calculamos qual o gasto de cada item no período de um ano. Por exemplo: se uma bateria, que custaria R$ 150,00, tem durabilidade de três anos, você gastaria R$ 50,00 por ano de bateria. Assim como pneus, amortecedores e qualquer outra peça de reposição.

Por essa conta, utilizada para o calculo da Inflação do Carro da Agência Autoinforme, o dono de um carro pequeno, seminovo, gastou no ano passado nada menos do que R$ 13.209,58 para rodar a fazer a manutenção preventiva. Na média, o dono do carro teve uma despesa de R$ 1.100,80 por mês, isto é, um montante até maior do que a prestação do financiamento.

A maior despesa foi com os combustíveis: 30% do total, ou R$ 3.941,00, foram gastos com álcool e gasolina. Em seguida aparece o seguro, que, na média representou no ano passado 21,7% das despesas que o motorista teve com o carro.

Além de combustíveis e seguros, mais três cestas de produtos são cotadas para a formação da Inflação do Carro, são elas: Peças de reposição: estão incluídas todas as peças de desgaste no carro e representam 17,2% das despesas. Em 2014 as despesas com as peças foram de R$ 2.276,00.

Serviços automotivos: estão incluídos alinhamento, balanceamento, lavagem e mão de obra em geral, entre outros. No ano passado o motorista gastou R$ 3.578,00 com esse item, o que representou 27% do total.

Impostos de circulação: além do IPVA, licenciamento e seguro obrigatório, que representaram 4,2% das despesas.

Fonte: UOL Carros – Blog O Mundo em Movimento | Foto:
http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2015/01/15/motorista-gastou-r-132-mil-para-andar-de-carro-em-2014/

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP. Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)