terça-feira, 22 agosto, 2017 - 00:32
Capa » Brasil » Catador de lixo salva 3.000 livros descartados por diretor de escola em SC
Catador de lixo salva 3.000 livros descartados por diretor de escola em SC

Catador de lixo salva 3.000 livros descartados por diretor de escola em SC

Livros descartados por diretor de escola em SC


Um catador de material reciclável salvou do lixo cerca de três mil livros didáticos que foram jogados fora pelo diretor de uma escola em Santa Catarina. O MEC Ministério da Educação (MEC) investiga o caso.

Há duas semanas, José Vanderlinde, diretor da Escola de Educação Básica Nereu Ramos, em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, ofereceu um material ao reciclador Antônio Osni Monn. A condição para levar os sacos de lixo cheios era que o carregamento fosse feito à noite, retirado da biblioteca da instituição.

“Eu peguei os livros e suspeitei, porque ele mandou ‘enlonar’, não podia ninguém ver. Se eu vou carregar uma coisa que ninguém pode ver, é porque é uma coisa ilícita”, disse o catador em entrevista à “RBS TV.

Antônio levou os sacos para seu galpão e, ao abri-los, se deparou com muitos dos livros didáticos ainda dentro de suas embalagens com o selo do MEC. Parte do material foi distribuído no início deste ano letivo e sequer foram usados pelos alunos. 

Antônio Osni Monn ao lado de livros
Antônio Osni Monn, que salvou do lixo cerca de 3 mil livros didáticos


O diretor alega que nenhum aluno da escola ficou sem material e diz que apenas os livros que sobraram foram descartados. Mas a Gerência Regional de Educação na Grande Florianópolis afirmou que o diretor não poderia descartar os livros por se tratarem de patrimônio público, que devem ser usados por pelo menos três anos. Depois disso, podem ser doados para instituições ou vendidos a sebos, sempre com o aval da Secretaria de Educação.

“É dinheiro meu, é do povo. É dinheiro que nós pagamos, não é que o governo deu. É dinheiro nosso”, diz o reciclador, que ganharia cerca de R$ 1.000,00 com o material.

O diretor pediu afastamento do cargo, mas ele e dois assessores continuam no quadro de professores da unidade escolar. O processo administrativo ainda não está encerrado.

Vale a pena conferir o vídeo da reportagem da RBS TV no link abaixo: 

Fonte: RBS TV/G1
http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2014/08/diretor-de-escola-de-sc-doa-3-mil-livros-novos-para-catador-de-lixo.html

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP. Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)