segunda-feira, 18 dezembro, 2017 - 02:57
Capa » Comida » Depois de ter guloseima confiscada, Uruguai recebe 39 quilos de doce de leite mineiro
Depois de ter guloseima confiscada, Uruguai recebe 39 quilos de doce de leite mineiro

Depois de ter guloseima confiscada, Uruguai recebe 39 quilos de doce de leite mineiro

                                                                                                               Foto: Reprodução/Facebook
Doce de leite Viçosa


Durante seu desembarque no Brasil para a Copa de 2014, o time do Uruguai perdeu um carregamento de 39 quilos de doce de leite típico do país. 

A bagagem foi confiscada ainda no aeroporto de Confins, em Minas Gerais, por problemas de documentação. 

Mas uma ação de marketing da Doce de Leite Viçosa abasteceu os jogadores da seleção Celeste com 40 quilos de doce brasileiro.

A ideia surgiu na agência de publicidade Ori+Usagi, que atende a marca há oito anos e viu na apreensão uma oportunidade de demonstrar a “hospitalidade à mineira”, explicou à EXAME.com Samuel Borges, cofundador da agência.

                                                                                                                                 Foto: Divulgação

Doce de leite Viçosa


“Decidimos aproveitar a oportunidade assim que vimos a notícia. Ainda mais porque aconteceu em Minas Gerais, que fabrica o melhor doce de leite do Brasil. Acreditamos que o doce daqui seria um bom representante para as sobremesas brasileiras”, explica. 

“Não chegamos a abordar diretamente os jogadores, por conta das regras da FIFA. Mas o chef da delegação, Felipe Rangel, nos contou que quatro quilos de doce sumiram ainda no primeiro jantar aós a entrega”, conta Borges.

Fonte: Exame/Mirela Portugal
http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/acao-devolve-40-quilos-de-doce-de-leite-ao-time-do-uruguai

Sobre Luciano Abe

Jornalista, fotógrafo, videorrepórter, documentarista, cineasta, mestrando e blogueiro com diplomas e certificados de cursos e especializações nessas áreas pela PUC-SP, Academia Internacional de Cinema (AIC) e Senac-SP.
Foi professor no Senac-SP e na editoria de treinamento da Folha de S.Paulo. Jornalista profissional diplomado (Mtb: 0068126/SP)